Petrobras Cultural para Crianças - Animação Infantil

Nesta segunda chamada do Petrobras Cultural para Crianças, buscamos selecionar projetos de produção de filmes na área de Animação Infantil, voltados para o público da Primeira Infância (crianças de até 6 anos, seus pais e/ou educadores), que lidem com temas que levem conhecimento e despertem a curiosidade do público alvo. Serão contempladas as modalidades CURTA e MÉDIA-METRAGEM. O filme deverá ser concluído em um prazo de até 18 meses e deverá ser disponibilizado para exibição em plataforma de streaming.

Inscrições Encerradas.

Divulgaremos o resultado em novembro.

Confira o regulamento. Confira também as retificações do regulamento aqui.

As inscrições estão encerradas. A divulgação do resultado está prevista para Novembro de 2020.

Resultado da seleção de projetos Petrobras Cultural para Crianças - Animação Infantil

Chegamos ao resultado da nossa segunda chamada do Petrobras Cultural para Crianças, com muita satisfação de receber tantas propostas consistentes, criativas e importantes para a primeira infância!

A verba destinada de R$ 4 milhões contemplará 16 projetos selecionados, originários do Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo.

A chamada é uma forma de trazer transparência e participação da sociedade no processo seletivo de projetos culturais. A seleção contou com especialistas de animação e de primeira infância em sua comissão de seleção. Foram levados em consideração critérios como mérito artístico, relevância de ações para a primeira infância e expertise do proponente.

Conheça os especialistas que participaram da etapa seletiva da chamada:

Primeira Infância

Fernanda Rezende Vidigal

  • “Os critérios claros definidos pela Petrobras foram cruciais para a seleção e tomada de decisão durante o processo. Fiquei honrada em participar como jurada desta chamada que valoriza a produção cultural brasileira e dá luz à Primeira Infância.”



  • Atua na Fundação Bernard Van Leer com escala e qualificação de programas para a primeira infância em nível municipal, estadual e nacional. Atuou como gerente nacional da United Way no Brasil, responsável por programas relacionados à capacitação de jovens, envolvimento da comunidade e desenvolvimento da primeira infância. Possui mestrado em Sociologia da Educação e é bacharel em Comunicação e Relações Públicas, ambos os cursos pela Universidade de São Paulo; e especialização em Escala para Programas pela Primeira Infância pela Harvard Kennedy School. Gerencia um blog e um grupo de apoio para mães de crianças com doenças raras.

Letícia Manna Born

  • “A quantidade de propostas criativas com pluralidade temática mostra que há potencial e demanda para apoio à produção audiovisual e cultural no País. O recorte na área de primeira infância é particularmente desafiador, pois é preciso ter cuidado com o tom, a abordagem e adequação da narrativa.”


  • Gerente de Programas da Porticus América Latina, escritório regional de uma fundação internacional de apoio às organizações da sociedade civil nas áreas de educação, direitos humanos e sustentabilidade. Profissional com forte atuação no setor de desenvolvimento social (filantropia estratégica, organizações sem fins lucrativos e responsabilidade social corporativa), principalmente nas áreas de desenvolvimento infantil, educação e proteção infantil. Possui mestrado em Desenvolvimento Internacional pela Universidade de Amsterdã, com foco em Sociedade Civil e Estudos de Gênero.

Animação

Bruno Shigueiru Honda Leite

  • “Quando fui convidado para participar do júri técnico da chamada Petrobras Cultural para Crianças - Animação Infantil, fiquei muito feliz. Não só por participar de um movimento extremamente importante de fomento à economia criativa, mas também por ter a chance de olhar para um recorte bem amplo da produção de audiovisual no Brasil. Amplo mesmo, já que pude avaliar projetos de todas as regiões do Brasil, com uma diversidade de olhar de tamanho tão continental quanto o nosso país.”

  • Designer, ilustrador e planejamento estratégico. Em audiovisual, além de concept designer, também é diretor e showrunner. Participou da retomada da animação na Mauricio de Sousa Produções, sendo um dos fundadores do novo núcleo de animação da empresa. Foi o designer-chefe da MSP e um dos principais responsáveis pela reconstrução da marca da Turma da Mônica. Co-criou as séries Mônica Toy, Biduzidos, Vamos Brincar e Bairro do Limoeiro e participou da criação de Astronauta - Propulsão e Turma da Mônica Jovem - série animada, além de dirigir a animação de Turma da Mônica clássica. Fundou a Pachinko, especializada em construção de propriedade intelectual e a Roboto, especialista em design thinking para licenciamento.

Ricardo Rozzino

  • “A chamada Petrobras Cultural para Crianças - Animação Infantil recebeu um número muito grande de projetos, mostrando a vitalidade do setor.”




  • Economista e Administrador de Empresas, de 1997 a 2006 trabalhou como Diretor Executivo da Estúdios Mega, empresa de pós-produção responsável pela finalização de mais de 200 filmes da retomada do cinema nacional. Em 2007, Ricardo tornou-se sócio da Pinguin Content (antiga TV PinGuim), atuando como produtor, produtor executivo e diretor financeiro. Desde então, esteve comprometido com todas as produções da empresa, tais como Peixonauta, Peixonáuticos, Gemini8, Cantando com Ping e Pong, Peixonauta o Filme, O Show da Luna! e Charlie, o Entrevistador de Coisas.

Tiago MAL

  • “Me senti feliz e honrado de participar de um processo de seleção conduzido com tanta seriedade e organização e que demonstrou, através da grande qualidade dos projetos apresentados, que a animação para o público infantil no Brasil está em um patamar muito elevado. Os resultados obtidos são recortes de uma produção robusta, incrivelmente criativa e que se desenvolve em todas as regiões do país.”

  • Formado em Imagem e Som na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Sócio‐diretor da Rocambole Produções Audiovisuais Ltda, desde 2001 atua na área de animação infantil como produtor e animador em curtas‐metragens, vídeos institucionais e comerciais. Produtor executivo e diretor de fotografia do longa-metragem de animação stopmotion: “Teca e Tuti em: Uma Noite na Biblioteca”.

  • Diretor e roteirista do curta metragem “O Papagaio e a Pipa”, um dos vencedores do prêmio estímulo de curta metragens 2017. Produtor e co‐diretor da Série “Galáctica Pizza Delivery”. Foi produtor da 1ª e 3ª “Mostra Quadro a Quadro” e dos curtas “Eu Queria Ser um Monstro”.

Confira os projetos selecionados

A Baleia Mágica

  • Douglas Ferreira Produções
  • Curta sobre três crianças que têm uma baleia como melhor amiga, mostrando a importância da preservação e do conhecimento das inúmeras espécies de animais e os seus habitats.

As Aventuras da Toninha Babi - Novos Mares

  • Rizoma Estúdio
  • Animação sobre o golfinho mais ameaçado de extinção, que trata de questões ambientais relacionadas à realidade brasileira.

Anacleto, o Balão

  • Dogzilla Studio
  • Curta com uma abordagem lúdica sobre emoções, destacando o medo na infância, na relação de um menino com o seu balão.

Auts & Stella

  • Ideograma Filmes
  • Animação direcionada à primeira infância e ao universo autista, que reúne educação, tecnologia e arte.

Celeste

  • Spirit Animation
  • Média-metragem que conta a história de uma jovem feiticeira e um dragão muito fofo, aprendendo e ensinando a ver a vida por um diferente ponto de vista.

Curta-Metragem Pulsa Passarinho

  • Makoto Studio
  • Uma história de amor e solidariedade num stop motion com bichos de lã.

Geração Alpha

  • Caolha Filmes
  • Curta que mostra a importância da leitura através da história de duas crianças com gostos diferentes e a relação delas com a literatura e a tecnologia.

Maréu

  • Caseiras Produções Culturais
  • Animação que busca conectar com sensibilidades em desenvolvimento na primeira infância, num contexto que envolve o mar e o céu.

Martina e Guará

  • Estúdio Paulares
  • Curta educativo sobre animais em extinção, em um contexto mágico de vlog, animais falantes e muita música.

Menino Monstro

  • Pink Flamingo Filmes
  • Animação que mostra o processo de empatia e amor de uma irmã que começa a aceitar seu irmão “monstrinho” como ele é.

Música das Esferas

  • Bummub
  • Média-metragem sobre uma viagem imaginária pelo universo da música, apresentando seus conceitos básicos em uma proposta sem diálogos e narrador.

O Micronauta Curta-Metragem

  • Macaco Hábil - Gabinete de Curiosidades
  • Animação de ficção científica para crianças que mostra como é o nosso mundo em escala microscópica.

O Tubarão Martelo e os Habitantes do Fundo do Mar

  • Luz Comunicação
  • Média-metragem sobre a importância da preservação da biodiversidade, representada pela vida marinha, pensada como sendo o maior tesouro da Terra

Os Novos Brinquedos de Lupita

  • Petit Fabrik
  • Curta sobre a história de como um bebê que está na fase de descobertas conheceu seus dois maiores amigos, explorando o descobrimento das cores, texturas, sons e tamanhos.

Tom Tamborim

  • Hasta La Luna Iniciativas Culturais
  • Animação sobre um dia na escola, mostrando a importância da coletividade e do respeito, explorando musicalidade, imaginação e autoestima.

Turma do Folclore - Os Protetores da Natureza

  • Canoa Produtora
  • Curta sobre personagens do folclore brasileiro defendendo o meio ambiente das ameaças humanas.

Veja abaixo as perguntas mais frequentes sobre a chamada

 

Confira ainda mais dúvidas em nosso canal no Youtube.

Quem pode participar?

Podem participar Pessoas Jurídicas de natureza cultural, com ou sem fins lucrativos, com CNPJ válido. O controle da instituição deve ser de brasileiros natos, naturalizados ou de estrangeiros residentes no Brasil há mais de 3 (três) anos, com idade mínima de 18 (dezoito) anos. Por não haver classificação MEI (microempreendedor individual) compatível para a atividade, não será aceita inscrição dessa modalidade. 

Quem NÃO pode participar?

É vedada a participação de funcionários da Petrobras e suas subsidiárias e dos profissionais envolvidos no processo de seleção, inclusive os integrantes da comissão julgadora, bem como seus cônjuges, companheiros(as), filhos(as) e enteados(as); e pessoas jurídicas de direito público de administração direta (prefeituras municipais, governos distrital ou estaduais e universidades estaduais ou federais). Pessoas Físicas e MEI (microempreendedor individual) não poderão inscrever projetos. Por não haver classificação MEI (microempreendedor individual) compatível para a atividade, não será aceita inscrição dessa modalidade.  

Como se inscrever?

As inscrições serão realizadas através do link: https://gestaodepatrocinios.petrobras.com.br/pt/

Quantos projetos posso inscrever?

A mesma instituição poderá inscrever mais de um projeto, mas somente um poderá ser selecionado.

Para participar da chamada é necessário ter aprovação na lei de incentivo?

Para se inscrever nesta chamada, é obrigatório que o projeto já tenha sido enviado para inscrição na Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet, utilizando a modalidade artigo 18).

Quando uma proposta é cadastrada no sistema de inscrição da Lei Rouanet, é gerado um número para ela. Será obrigatório informar este número ao inscrever seu projeto para participar da chamada Petrobras Cultural Para Crianças (no campo “Número de Identificação na lei de incentivo”). Se o projeto já estiver em uma etapa mais avançada de análise pela lei de incentivo, ele terá um número de PRONAC, e, neste caso, deve ser este o número a ser informado. 

O cadastro na lei de incentivo é realizado através do site:  http://leideincentivoacultura.cultura.gov.br/

O meu projeto está aprovado e em execução, eu posso inscrevê-lo?

Sim, a inscrição na Lei Federal de Incentivo à Cultura compreende projetos aprovados, em execução e novos projetos. Cabe lembrar que o valor solicitado à Petrobras tem que estar disponível para captação junto à Secretaria Especial de Cultura.

Qual o foco de projetos para essa Chamada?

Projetos de produção de filmes na área de Animação Infantil voltados para o público da Primeira Infância (crianças de até 6 anos, seus pais e/ou educadores), que lidem com temas que levem conhecimento e despertem a curiosidade do público alvo. 

Serão contempladas somente as modalidades CURTA (duração igual ou inferior a quinze minutos) e MÉDIA-METRAGEM (duração superior a quinze minutos e igual ou inferior a setenta minutos). Poderão ser propostos projetos de animações em 2D, 3D, stop motion, pixilation, entre outras. 

É obrigatório inserir o roteiro, traços, ilustrações ou uma prévia da animação para a inscrição do projeto?

O proponente pode incluir o que achar necessário para melhor apresentação do projeto. No campo "descrição do projeto", no sistema de inscrição, deve ser incluído o argumento/resumo do roteiro. É obrigatório incluir pelo menos um arquivo ou link contendo o portfólio dos responsáveis pelo projeto.

Qual é o prazo de execução do projeto?È necessário a exibição

O filme deverá ser concluído em até 18 meses a contar da assinatura do contrato de patrocínio. Uma vez pronto, deverá ser disponibilizado para exibição em plataforma de streaming. No caso de utilização de plataforma aberta de streaming, o filme deverá ser disponibilizado pelo patrocinado por um período de pelo menos 6 meses na plataforma escolhida, a ser acordada com a Petrobras.

E sobre as janelas de exibição?

Caso o projeto possua compromissos de janelas prévias de exibição referentes a captações já obtidas ou em contratos de distribuição já assinados, estas serão respeitadas, sem perda da necessidade de exibição posterior em plataforma de streaming, conforme descrito na pergunta “Qual o prazo de execução do projeto? É necessário exibição?”

Os projetos podem ter outros apoios financeiros?

Havendo outros patrocinadores já captados eles devem estar registrados no campo específico do formulário de inscrição. Os projetos não poderão contar com patrocínio de outras empresas do ramo de petróleo, bebidas alcoólicas ou cigarros.

O valor a ser aportado pela Petrobras deverá viabilizar o projeto até a fase de conclusão e exibição, cobrindo todo o custo de produção e veiculação online, seja este integral ou complementar a aportes já obtidos. Dessa forma, entende-se que o filme não dependerá de aportes adicionais para sua conclusão.

O projeto tem que ter mídia paga para sua divulgação?

Um mínimo de 10% do valor do patrocínio da Petrobras ao projeto deverá ser direcionado para comunicação em mídia paga. 

O que é considerado mídia paga?

A divulgação do projeto em veículos de comunicação que são pagos, tais como: impulsionamentos nas redes sociais e sites, banners virtuais, links patrocinados, busdoor, anúncios em jornais, inserções pagas em TV, rádio etc.   

O que não é mídia paga, mas pode e é parte do plano de comunicação do projeto: desenvolvimento e manutenção de website do projeto, assessoria de imprensa, ações por e-mail, etc. Estes itens não entram no cálculo dos 10% de investimentos voltados para mídia paga.

Qual o valor máximo por projeto?

Não há um valor máximo definido para cada projeto, mas ele deve ser compatível com os limites da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Rouanet). A Chamada tem a verba total de R$ 4.000.000,00, dessa forma a soma dos valores dos projetos a serem selecionados está limitada a este teto.

Eu vou receber uma confirmação que meu projeto foi recebido?

Sim, você receberá um e-mail confirmando sua inscrição na Chamada no e-mail cadastrado para login no site de inscrição.

Eu vou ser avisado se meu projeto passou de uma etapa para outra

Somente ao final do processo seletivo os participantes serão avisados por e-mail sobre os projetos vencedores.

Como será feito o aporte financeiro?

Os aportes da Petrobras são feitos de acordo com um cronograma de pagamento que é combinado com o projeto na assinatura do contrato. Ocorrem pelo menos 3 parcelas: uma inicial, uma intermediária e uma final. Serão solicitados pela Petrobras relatórios parciais e um relatório final, que deverão abranger as evidências da realização do escopo do projeto e do cumprimento das contrapartidas. Uma vez aprovado cada relatório, é realizado o depósito correspondente, na conta vinculada à Lei Federal de Incentivo. 

PS: há prestações de contas específicas para a Lei Federal de Incentivo, que envolvem comprovações financeiras do projeto. Estas são feitas diretamente à Secretaria Especial de Cultura, não à Petrobras. Para mais informações consultar: http://leideincentivoacultura.cultura.gov.br/