Chamada Música em Movimento 2018

Veja abaixo as perguntas mais frequentes sobre a chamada

Quem pode participar?

Podem participar Pessoas Jurídicas de natureza cultural, com ou sem fins lucrativos. É vedada a participação de funcionários da Petrobras e suas subsidiárias e dos profissionais envolvidos no processo de seleção, bem como seus cônjuges, companheiros(as), filhos(as) e enteados(as); e pessoas jurídicas de direito público de administração direta (prefeituras municipais, governos distrital ou estaduais e universidades estaduais ou federais).

Como se inscrever?

As inscrições são realizadas através do ambiente web "Gestão de Patrocínios". Todas as informações estão no Regulamento Geral.

Eu vou receber uma confirmação de que o meu projeto foi recebido?

Sim, você receberá um e-mail confirmando sua inscrição na chamada.

Posso inscrever um projeto que seja totalmente digital?

Sim, estamos interessados em novos formatos de projetos dedicados à música, porém mesmo projetos digitais deverão ter algum tipo de atividade que envolva experiência presencial para o público, em uma das cidades da lista de interesse da Petrobras.

Posso usar novas tecnologias?

Sim, este é inclusive um importante critério de seleção.

Eu vou ser avisado se o meu projeto passou de uma etapa para outra?

Sim, os participantes de cada etapa serão avisados por e-mail sobre o resultado de cada etapa. Além disso, através do ambiente de inscrição "Gestão de Patrocínios" é possível consultar a situação do seu projeto no processo de seleção da chamada.

Posso enviar links para conteúdos do meu trabalho?

Sim, pode e deve. Há um campo para isso no formulário de inscrição, sendo obrigatória inclusão de ao menos um link que leve a conteúdos (áudio, vídeo ou apresentações), para que possa ser possível conhecer melhor / ouvir o seu projeto.

Quantos projetos posso inscrever?

O mesmo proponente pode inscrever até dois projetos, mas é importante destacar que apenas um projeto por proponente poderá ser contemplado.

Os projetos podem ter outros apoios financeiros?

Sim, porém no caso de Circulação de Shows, é obrigatório que o projeto seja totalmente viável de ser realizado apenas com o valor aportado pela Petrobras. A chancela "Petrobras Apresenta" é exigida para todos os projetos selecionados, podendo porém ser não-exclusiva no caso de Festivais.

É preciso ter Lei Rouanet ou alguma lei de incentivo?

Apesar de desejável, não é obrigatório. Caso seja viável, solicitaremos que seja realizada inscrição em lei de incentivo no momento da contratação dos projetos selecionados.

Na área de Festivais, podem se inscrever festivais de qualquer gênero, mesmo que não sejam originalmente brasileiros, como o rock e o jazz, por exemplo?

Sim, podem se inscrever festivais de qualquer gênero musical, inclusive com atrações internacionais. O festival deverá acontecer em território brasileiro.

Na área de Festivais, pode ser uma primeira edição?

Sim, na Faixa 1 (até 600 mil contemplando duas edições) pode ser uma primeira edição. Estamos buscando ideias inovadoras. Em casos quando não há uma edição anterior para avaliação, terá especial importância a expertise do proponente em projetos similares.

Eu tenho que fazer mídia?

Sim, o projeto deve prever, pelo menos, 10% do valor total para mídia e divulgação. É obrigatória a veiculação de mídia paga no plano de divulgação do projeto.

Eu posso começar o projeto assim que sair o resultado?

Não, o projeto só pode ser iniciado (o que inclui os gastos para sua produção) quando o contrato estiver assinado. Para haver tempo hábil, estipulamos que os projetos devem ser iniciados a partir de 01/07/2019.

Posso enviar minha inscrição por email?

Não, só serão aceitas inscrições enviadas pelo sistema de inscrições.

Posso enviar projetos de outras linhas de atuação, como arte cênicas e cinema?

Não, pois o foco desta chamada são projetos de música. Aguarde a abertura de chamadas para projetos de outras áreas.

Que shows podem ser enquadrados na categoria Novos Talentos?

Na categoria Novos Talentos o objetivo é realizarmos o incentivo a atrações musicais que estão começando sua carreira, impulsionando o alcance do seu trabalho, para que possam chegar ao conhecimento de públicos mais amplos e seja incentivado o acesso a uma novidade promissora no panorama cultural brasileiro. Por isso não é adequada a inscrição de artistas consagrados nessa faixa, a não ser que o projeto preveja a participação de novos talentos junto ao artista consagrado.