Petrobras Cultural Para Crianças – Feiras e Ações Literárias

Nesta terceira chamada do Petrobras Cultural para Crianças, buscamos selecionar projetos de Feiras e ou Ações Literárias, direcionados ao público infantil, com ênfase na primeira infância (crianças de até 6 anos de idade), que lidem com temas que levem conhecimento e despertem a curiosidade do público-alvo. Os projetos poderão ser realizados em qualquer cidade do Brasil, e/ou digitalmente, e deverão ser realizados entre o segundo semestre de 2021 e o primeiro semestre de 2022.

Confira o regulamento

Alteramos o prazo para recebimento das propostas até 12/02/2021 às 18h, para viabilização do cadastro dos projetos na Lei Federal de Incentivo à Cultura, que está indisponível entre 01/12/2020 a 31/01/2021.

Confira também a retificação do regulamento aqui 

 

As inscrições estão encerradas. O período de divulgação de resultado está previsto para maio.

Resultado da seleção de projetos Petrobras Cultural para Crianças - Feiras e Ações Literárias

A nossa terceira chamada Petrobras Cultural para Crianças busca identificar e apoiar projetos para promover o encontro entre o leitor e o escritor, a criança e a leitura, com foco em levar o tema da primeira infância a eventos literários.

A verba, inicialmente prevista em R$ 2 milhões, foi aumentada para R$ 3 milhões, contemplando oito projetos selecionados: sete na modalidade híbrida (com realização presencial e virtual) e um totalmente virtual.

Os projetos realizarão atividades presenciais nos estados de Goiás, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo, abrangendo cidades de diversos portes.

A chamada é uma forma de trazer transparência e participação da sociedade no processo seletivo de projetos culturais. A seleção contou com especialistas de literatura e de primeira infância em sua comissão de seleção. Foram levados em consideração critérios como mérito artístico, relevância de ações para a primeira infância e expertise do proponente.

Conheça os especialistas que participaram da etapa seletiva da chamada:

Caroline Vieira Lara

  • “Poder me aprofundar no movimento do mercado de eventos literários voltados à Primeira Infância e lançar meu olhar sob esta produção não só me permitiu compreender melhor o grande impacto que essas feiras e ações podem ter na comunidade, mas também identificar estratégias e diferenciais que, certamente, trarão inovação e qualidade para o cenário da literatura na infância. O resultado da chamada expressa toda a expertise dos realizadores das propostas selecionadas e reflete toda criticidade e responsabilidade da equipe avaliadora. Certamente, podemos afirmar categoricamente que o propósito da chamada foi atingido: viabilizar projetos de grande impacto social, cultural, educacional e mercadológico, realizadas por equipes competentes e comprometidas com todo avanço que estes eventos e ações podem trazer para a infância e para a comunidade.”

  • Coordenadora da área de Conteúdo e Curadoria na Playkids, à frente da seleção de livros, produção de conteúdo e produtos do Clube e da Loja Leiturinha. Autora de obra infantil pela Editora Saber e Ler. Integrou a criação do Playkids Explorer desenvolvendo todos os conteúdos educativos do produto, incluindo a autoria de mais de 40 histórias.

  • Formada em Psicologia com ênfase em Educação e Desenvolvimento Infantil pela PUC/MG, atua com foco em curadoria de literatura infantil e produção de conteúdo para famílias. Cursou Literatura Infanto-Juvenil na Universidade Caxias do Sul e Criação, Desenvolvimento e Gestão de Produtos na Fundação Getúlio Vargas.

Yael Sandberg Esquenazi

  • “Participar da fase de análise da Chamada Petrobras Cultural para Crianças, foi uma grande oportunidade de reafirmar a minha visão sobre a importância e de se investir na Primeira Infância, o quão estratégico é para o desenvolvimento do capital humano e para o avanço do nosso país. Percebi um expressivo crescimento acerca do conhecimento qualificado nesse campo, dada a diversidade e qualidade das propostas analisadas. E posso destacar que, apesar das adversidades que estamos atravessando, será possível, através deste valioso apoio da Petrobras, levar atividades relevantes, atrativas e educativas a muitas crianças por todo o Brasil.”

  • Diretora Executiva do Instituto Samuel Klein, possui 25 anos de experiencia em educação e no 3º setor. Atuou por 10 anos como diretora executiva da ONG - Cidade Escola Aprendiz. Na AEF Brasil, gerenciou a implantação Estratégia Nacional de Educação Financeira do Brasil nas escolas públicas em todos os estados. Na Comunitas, coordenou a pesquisa BISC, sobre Investimento Social Privado no Brasil. Realizou assessoria na Prefeitura de São Paulo para implementação de políticas públicas de inclusão social como Clube Escola.

  • Psicóloga pela Universidade Paulista com MBA em Gestão e Empreendedorismo Social pela FIA/USP. Cerificada em PMD-PRO Internacional. Cursou Liderança Executiva para a Primeira Infância – HARVARD – Boston/MA; Fellow do IDEAS INSTITUTE MIT/Media Lab/Boston/MA.

Confira os projetos selecionados

Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro (RJ)

  • GL Events Exhibitions
  • A Bienal é o maior evento literário do país e proporciona experiências que permeiam o conhecimento para crianças e adultos de todas as idades. Seu espaço infantil foca em estimular a imaginação das crianças e incentivar o aprendizado de maneira criativa. O projeto proporciona atividades voltadas para o desenvolvimento da primeira infância e demais faixas etárias infantis a partir do uso de tecnologias que facilitam o aprendizado através da interatividade. A Bienal também conta com ações nas escolas, levando autores renomados para dentro delas, e visitação escolar. É realizada no Rio de Janeiro/RJ e por meio virtual.

Bienalzinha, da Bienal do Livro de Pernambuco (PE)

  • Vox Produções
  • A Bienalzinha é um segmento reconhecido dentro da Bienal do Livro de Pernambuco. Com a proposta de oferecer uma experiência sensorial, lúdica e divertida, a Bienalzinha visa despertar a curiosidade e o interesse das crianças pelo mundo mágico da leitura. Realiza contação de histórias, ambiente adaptado, oficinas e ampla variedade e formatos de atrações. Acontece em Recife e em ações virtuais.

Feira do Livro de Porto Alegre (RS)

  • Câmara Rio-Grandense do Livro
  • Evento tradicional da cena literária de Porto Alegre e de repercussão nacional, possui grande diversidade de atividades. A programação da Área Infantil e Juvenil constará de encontros com autores, contações de histórias, espetáculos, intervenções poéticas, oficinas e exposições. A programação destinada aos professores, bibliotecários, pais e outros mediadores da leitura será integrada por seminários, encontros, saraus, bate-papos e oficinas. Além disto, serão oferecidos espaços/momentos de interação com crianças, mediados pela leitura de literatura infantil, com destaque para a poesia, no que tem de mais potente: afeto, experiência estética e linguagem. A Feira acontece em Porto Alegre e por meio digital.

Feira Literária de Pirenópolis (GO)

  • Casa de Autores
  • A FLIPIRI é um evento reconhecido por sua qualidade, realizado na cidade histórica de Pirenópolis, Goiás. Contém segmento totalmente voltado para primeira infância, com bebeteca, teatro e oficina. Há previsão de autores de relevância, programação destinada a gestantes, oficinas para educadores infantis, oficinas de brinquedos, contação de histórias, e bate papo com autores de livros infantis. Contará também com ações virtuais.

FIL Festival – edição “A experiência da literatura” (projeto virtual)

  • Saci Produções
  • Edição especial, voltada para a literatura, do FIL - Festival Internacional de Linguagens, evento de multilinguagem voltado para crianças. Propõe ações originais e inovadoras em 8 eixos definidos para a Primeira Infância, com letramento literário através de imagens, curadoria de coleções de livros totalmente voltadas a esse segmento, ópera infantil, contação de histórias, dentre outras atividades. Será totalmente digital a partir de diversas cidades e propõe suas ações em duas temporadas.

Fliminha, da Festa Literária Internacional da Mantiqueira (MG-SP)

  • Ufa Mulufa
  • A Fliminha é o segmento infantil da FLIMA, e desenvolve atividades de difusão de literatura, formação de leitores e promoção do livro. Conta com uma programação com nomes relevantes do cenário literário e cultural, direcionada não só ao público infantil, mas também à formação de profissionais e cuidadores, que possuem grande impacto na formação de crianças na primeira infância. O projeto prevê iniciativas junto à rede pública de educação em sete cidades da região da serra da Mantiqueira: Campos do Jordão/SP, Gonçalves/MG, Monteiro Lobato/SP, Paraisópolis/MG, Santo Antônio do Pinhal/SP, São Bento do Sapucaí/SP e Sapucaí MIrim/MG. Também oferece atividades online.

Flimo - Festa Literária de Morretes (PR)

  • Gloriosa Produção Cultural
  • Evento literário que tem como premissa promover a conexão entre diferentes públicos e os diversos formatos e linguagens que envolvem a escrita, a palavra e a literatura. Ela acontece em Morretes/PR, impactando também Curitiba e a região de seu entorno. A programação infantil, nomeada Orelha, desenvolve em co-criação um laboratório livre com a participação das crianças, além de ações como contação de histórias, brincadeiras, ateliê gráfico livre, oficinas criativas e a disponibilização de biblioteca. A Flimo também oferece atividade em escola e biblioteca móvel para os locais mais distantes, além de contar com atividades em meio virtual. 

Flipinha: A Flip das crianças, suas famílias e educadores (Paraty-RJ)

  • Associação Casa Azul 
  • O projeto tem em vista a realização da Flipinha, programação infantil da Flip. Desenvolverá ações voltadas diretamente à primeira infância e para professores, mediadores e pais, que atingem as crianças de até 6 anos por extensão. Haverá mesas voltadas para as crianças explorando o aspecto lúdico da leitura, mesas para os pais e professores com o papel da mediação de leitura, conteúdo criado pelas crianças em sala de aula para os encontros com os autores durante o evento, contato das crianças com o processo de produção do livro. Conta também com programa de formação de mediadores de leitura específico sobre a mediação de leitura para a primeira infância. O projeto acontece em Paraty/RJ e conta também com ações virtuais. 

Veja abaixo as perguntas mais frequentes sobre a chamada

Quem pode participar?

Podem participar Pessoas Jurídicas de natureza cultural, com ou sem fins lucrativos, com CNPJ válido. O controle da instituição deve ser de brasileiros natos, naturalizados ou de estrangeiros residentes no Brasil há mais de 3 (três) anos, com idade mínima de 18 (dezoito) anos.

Quem NÃO pode participar?

É vedada a participação de funcionários da Petrobras e suas subsidiárias e dos profissionais envolvidos no processo de seleção, inclusive os integrantes da comissão julgadora, bem como seus cônjuges, companheiros(as), filhos(as) e enteados(as); e pessoas jurídicas de direito público de administração direta (prefeituras municipais, governos distrital ou estaduais e universidades estaduais ou federais).Nesta chamada não aceitaremos inscrição de pessoal física ou MEI (microempreendedor individual).

Como se inscrever?

As inscrições serão realizadas através do link: https://gestaodepatrocinios.petrobras.com.br/pt/

Quantos projetos posso inscrever?

A mesma instituição poderá inscrever mais de um projeto, mas somente um poderá ser selecionado.

Para participar da chamada é necessário ter aprovação na lei de incentivo?

Para se inscrever nesta chamada, é obrigatório que o projeto já tenha sido enviado, com o devido preenchimento dos campos, para inscrição na Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet, utilizando a modalidade artigo 18).

Quando uma proposta é cadastrada no sistema de inscrição da Lei Federal de Incentivo à Cultura, é gerado um número para ela. É obrigatório informar este número ao inscrever seu projeto para participar da chamada Petrobras Cultural para Crianças (no campo “Número de identificação da proposta na Lei de Incentivo” (ID)).

Se o projeto já estiver em uma etapa mais avançada de análise pela Lei de Incentivo, ele terá um número de PRONAC, e, neste caso, deve ser este o número a ser informado.

A pessoa jurídica do projeto cadastrado na Lei Federal de Incentivo à Cultura deverá ser a mesma inscrita na chamada Petrobras Cultural para Crianças - Feiras e Ações Literárias.

O meu projeto está aprovado e em execução, eu posso inscrevê-lo?

Sim, a inscrição na Lei Federal de Incentivo à Cultura compreende projetos aprovados, em execução e novos projetos. Cabe lembrar que o valor solicitado à Petrobras tem que estar disponível para captação junto à Secretaria Especial de Cultura.

Qual o foco de projetos para essa Chamada?

Projetos de Feiras e ou Ações Literárias com mérito artístico e cultural, direcionados ao público infantil, com ênfase na primeira infância (crianças de até 6 anos de idade), que lidem com temas que levem conhecimento e despertem a curiosidade do público-alvo. Os projetos podem ser totalmente voltados para esse público ou podem ser voltados para público mais amplo, neste segundo caso desde que contenham um recorte específico de ações para o público infantil e da primeira infância (exemplo: a proposta ser o patrocínio à área infantil de uma feira literária voltada para público geral). Os projetos já devem contar com no mínimo duas edições anteriores.

Possibilidade de atividades no escopo

O projeto pode abranger em seu escopo atividades como: encontros e bate-papos com escritores convidados, performances poéticas, peças teatrais, oficinas, saraus, contações de histórias, exposições, espaço de literatura de acessibilidade, oficinas de ilustração, oficina de quadrinhos, oficina de fantoches, slams de ilustração, promoção do livro e da criação literária e do incentivo à leitura.

Onde os projetos podem ser realizados? Qual o prazo de execução do projeto?

Os projetos poderão ser realizados em qualquer cidade do Brasil, e/ou digitalmente, e deverão ser realizados entre o segundo semestre de 2021 e o primeiro semestre de 2022.

Haverá pontuação adicional para projetos a serem realizados em cidades com até 200 mil habitantes, conforme dados do IBGE.

E se ainda for necessário o distanciamento?

No caso de necessidade de distanciamento social ou outro motivo de força maior à época de realização do projeto, as atividades presenciais poderão ser adaptadas para o formato digital, desde que as substituições sejam compatíveis com o escopo original e aprovadas pela Petrobras, devendo o projeto também se atualizar junto à Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Os projetos podem ter outros apoios financeiros?

Havendo outros patrocinadores já captados eles devem estar registrados no campo específico do formulário de inscrição. Os projetos não poderão contar com patrocínio de outras empresas do ramo de petróleo e gás, bebidas alcoólicas e cigarros.

O projeto tem que ter mídia paga para a sua divulgação?

Um mínimo de 10% do valor do patrocínio da Petrobras ao projeto deverá ser direcionado para comunicação em mídia paga. No caso de projetos que não sejam totalmente voltados para o público infantil, deve ser prevista mídia paga específica para a divulgação da seção infantil.

O que é considerado mídia paga?

A divulgação do projeto em veículos de comunicação que são pagos, exemplos: impulsionamentos nas redes sociais e sites, banners virtuais, links patrocinados, busdoor, anúncios em jornais, inserções pagas em TV, rádio etc.

O que não é mídia paga, mas pode e é parte do plano de comunicação do projeto: desenvolvimento e manutenção de website do projeto, assessoria de imprensa, ações por e-mail, etc. Estes itens não entram no cálculo dos 10% de investimentos voltados para mídia paga.

Qual o valor máximo por projeto?

Não há um valor máximo definido para cada projeto, mas ele deve ser compatível com os limites da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Rouanet). A Chamada tem a verba total de R$ 2.000.000,00, dessa forma, a soma dos valores dos projetos a serem selecionados está limitada a este teto.

Eu vou receber uma confirmação de que o meu projeto foi recebido?

Sim, você receberá um e-mail confirmando sua inscrição na Chamada no e-mail cadastrado para login no site de inscrição.

Eu vou ser avisado se o meu projeto passou de uma etapa para outra?

Ao final do processo seletivo, os participantes serão avisados por e-mail sobre os projetos vencedores.

Como será feito o aporte financeiro?

Os aportes da Petrobras são feitos de acordo com um cronograma de pagamento que é combinado com o projeto na assinatura do contrato. Ocorrem pelo menos 3 parcelas: uma inicial, uma intermediária e uma final, após o término do projeto. Serão solicitados pela Petrobras relatórios parciais e um relatório final, que deverão abranger as evidências da realização do escopo do projeto e do cumprimento das contrapartidas. Uma vez aprovado cada relatório, é realizado o depósito correspondente, na conta vinculada à Lei Federal de Incentivo.

PS: há prestações de contas específicas para a Lei Federal de Incentivo, que envolvem comprovações financeiras do projeto. Estas são feitas diretamente à Secretaria Especial de Cultura, não à Petrobras. Para mais informações consultar: http://leideincentivoacultura.cultura.gov.br/

Existe um canal (telefone ou email) onde eu possa tirar minhas dúvidas?

Sim, você pode mandar suas dúvidas para o email: duvidapatrocinio@petrobras.com.br, desde que elas já não estejam respondidas no regulamento ou em outros canais oficiais.